DR. MARCELO TONIETTE

| CRP 06/49357-4
Psicólogo e Psicoterapeuta


CONSULTÓRIO |

(11) 3815-5467


Rua Luminárias, 271 - Vila Madalena


São Paulo-SP

DÚVIDAS FREQUENTES

   

COMO EVITAR A ANSIEDADE NA 'HORA H'

 

Por Marcelo Toniette




Resposta: Primeiro é compreender como você sente no seu corpo isso que chamamos de ansiedade. Geralmente a ansiedade é uma reação que antecede momentos que de algum modo percebemos como ameaçadores, mesmo que esses momentos não necessariamente sejam uma ameaça em si. Sintomas comuns na ansiedade são: impaciência, irritação, medo, boca seca, suor excessivo, tensão, sensação de vazio, coração batendo rápido, irritação, aperto no estômago...

Em linhas gerais, costumo dizer que ansiedade é uma tentativa vã de antecipar o futuro para o momento presente. O problema reside no fato de que tentar "antecipar o futuro" não garante que as coisas aconteçam do jeito que pretendemos. O pior é que deixamos de aproveitar o melhor que o momento presente pode proporcionar. Na ansiedade a pessoa não se permite deixar levar pelas sensações prazerosas das carícias, dos beijos, abraços. Mesmo porque a prioridade é o "como será" o momento posterior, e não o "como está sendo" o momento presente. O resultado de tudo isso é a frustração.

Importante não confundir o "antecipar o futuro" com planejamento. Por exemplo, não há problema em você combinar um passeio, um jantar romântico, uma viagem... "Antecipar o futuro" é não saber usufruir prazerosamente aquilo que se planejou. Em outras palavras, é não aproveitar o "estar sendo".


Muitas vezes a pessoa que apresenta ansiedade cai em um ciclo vicioso, pois ela antecede o fracasso mesmo que o fracasso não tenha ocorrido. Isso restringe qualquer possibilidade de sucesso. O resultado é a frustração e o fortalecimento da idéia distorcida do "não consigo".


Ansiedade e prazer não combinam. Vivemos em um momento histórico onde estão presentes competição, individualismo, estresse, agitação... É como se investíssemos mais no aparente do que naquilo que faz sentido para a nossa existência. O amor, o sexo, é algo que está em nós, mas parece que queremos mais e mais: "tenho que ser o melhor na cama", "minha parceira(o) vai se satisfazer?", "será que eu terei um bom desempenho?"...


A ansiedade pode ser amenizada com qualquer atividade que facilite a consciência de corpo. A atividade física, principalmente a modalidade aeróbica (caminhada, corrida, ginástica...), pode ser uma alternativa. Se a dificuldade persistir, é indicado procurar um/a psicoterapeuta para identificar as causas da ansiedade. Por ora, confie no passo-a-passo, invista nas sensações prazerosas que acontecem no aqui-e-agora. Reduzindo a exigência consigo mesmo, e desenvolvendo mais consciência do aqui-e-agora, pode estar certo de que estará criando possibilidades para a melhoria do seu prazer e o da sua parceira.





Fonte: VyaEstelar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DR. MARCELO TONIETTE | CRP 06/49357-4

Psicólogo, Psicoterapeuta e Terapeuta Sexual

Doutor e Mestre em Psicologia pela Universidade de São Paulo - USP

CONSULTÓRIO | (11) 3815-5467 / 3815-9620

Rua Luminárias, 271 - Vila Madalena

05439-000 - São Paulo-SP [Veja no GoogleMaps]

Copyright © 2018-2020 Psic. Dr. Marcelo Toniette. Todos os direitos reservados.

^
topo